terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Deixa eu explicar de uma vez por todas...


Deixa eu explicar de uma vez por todas...

Com muita frequência, muita mesmo, tenho encontrado pessoas que outrora me conheciam de dentro da "igreja" pessoas até mais chegadas daquelas épocas, algumas que até acompanharam meu estado de "conversão", e não posso deixar de dizer que algumas até hoje influenciam em minha vida de modo positivo. Como poderia esquecer Pr. Sebastião , como não se lembrar da irmã Antônia, ah e o Petico, e o Abel que já partiu pra morar com o Senhor do tempo, putz não citar o Miss-Carlinhos é crueldade, não posso também deixar de citar Olavo e Marcia... me desculpe os que não citei, é muita gente boa.

Pois bem! Agora no dia-dia quando encontro com os "irmãos" a pergunta sempre é a mesma, coisas do tipo:

"e ai esta na rocha?"
"e ai benção como vai a fé?"
"e ai irmão só na obra?"
"e ai querido esta em qual igreja?"

e tantos outros jargão desses já pré-preparados no caso de encontrar um "irmão" em algum lugar, minha resposta sempre é a mesma:

Não vou mais a "igreja"!

Hummm sempre depois de dizer eu fico a me perguntar "porque fui dizer isso?" - digo isso porque minha resposta causa um stress insuportável. Outro dia eu estava com minha filhinha escolhendo um filme na locadora na seção dos infantis, esperando minha filha escolher barbie pra variar, quando percebo meu ombro direito sendo tocado, quando me viro recebo um caloroso abraço seguido de um "e ai irmão como você esta na igreja?", eu sem exitar respondi: "não vou mais!", putz não tive a chance nem de me explicar, fui bombardeado: "você esta desviado cara, volta irmão, o inimigo esta te vencendo, vou orar por você, Rogério (é já não era mais irmão) você vai sofrer nesse mundo cara, misericórdia, o sangue tem mais poder, etc.. etc.. etc... detalhe, a locadora estava lotada, minha filha me olhando sem entender o desespero do moço que nem parava pra respirar em quanto numa tentativa desesperada tentava me "salvar" e me levar de volta a "igreja" (risos) sei lá se é engraçado, mas na hora foi trágico.

Mas deixa eu explicar. Eu não vou mais a "igreja" e nem pretendo ir, não creio nesse modelo mais, acordei e aprendi, não me convidem, não me chamem, que de mim fiquem sabendo, "igreja não passa de um mercado muito bem bolado, não passa de uma fabrica de ilusão, não passa de uma escola materialista e legalista, não passa de uma teia de aranha a espera de vitimas.

Creio sim! No ajuntamento desinteressado, creio no ajuntamento onde todos são iguais, onde não exista púlpitos pra que ninguém se sinta mais dos que os outros por estar no "altar", creio na comunidade onde as prioridades são as necessidades do próximo.

Então "irmãos" se escandalizem de uma vez. Eu não sou mais "crente" não me chame de evangélico" não faço mais parte desse povo "seleto" é isso mesmo! Estou completamente desviado, sim! Me desviei do egoísmo dos crentes que se sentem escolhidos por Deus, me desviei da conivência enganadora, me desviei da exploração dos mais simples e necessitados, me desviei dos sacrifícios solicitados em nome de Deus.

Onde estou? Ah eu estou no CAMINHO, EU SOU O CAMINHO disse Jesus, LEMBRAS? saia dessa caixinha de concreto, ou você acha que prenderam Deus ai dentro?

Tenho conselhos a você...

1 - falte no culto/missa de domingo, visite um amigo ou parente que a muito tempo você não vê, não diga mais uma vez pro seu filho(a) que a "igreja" é melhor que a praça e andar de bike, ou acha mesmo que aquela salinha onde as crianças aprendem que "papai-do céu" castiga os meninos(a) que fazem malcriação é melhor... ahhh me poupe vai, não melhor, poupe ao menos os pequeninos.

2 - de sua oferta a alguém que esteja com fome, ou realize o sonho de uma criança que não ganhou o presente de natal, ou coloque gasolina no carro/moto, compre uma passagem e vai ver um parente querido que a muito tempo você não vê, ou passeie sem destino certo mesmo, mas gasta essa grana com algo mais util [...]

3 - de o seu dízimo a uma familia pobre, ou compre algo pro seu filho(a), esposo(a), ou pra você mesmo, faça qualquer coisa pra casa do tesouro/você, ou esta achando mesmo que Deus vai abrir o canil do inferno e soltar, o devorador, cortador, e migrador pra te pegar? Ah não me diga que pensou nessa hipótese?

4 - descanse durante a semana, falte uma semana inteira da "igreja" sem culpas,vai me dizer que também acha que se não "picar-o-cartão" Deus não vai dar a benção? Não! Não, você não pensou nisso!

5 - não vá nem na escolinha dominical, ao invés disso prepare uma bela mesa de café da manhã pra quem você mais ama, ou tire o domingo pra dormir até mais tarde, sabe o que é pior, tem gente que "morre" de vontade de fazer isso... hipocrisia com a gente mesmo não dá!

6 - E se depois de você fazer tudo isso, seu "pastor/padre, ou sela lá quem seja achar ruim, diga pra ele: sai dele diabo!

Achou radical, ah é mesmo? Viver uma vida de apararência né não, maltratar os filhos e esposo(a) depois de um culto "abençoado" né não, ficar fingindo ser o que não é né não? Mais radical do que ser crente eu lhe asseguro né não!

Enquanto os malucos-radicais queriam meter a pedra na cabeça da moça, Jesus simplesmente disse: Vai...eita homem simples né gente?!?!


Bom é isso ai.... Eu sou do CAMINHO, sou de Jesus e creio no evangelho como fonte de liberdade e salvação do SER!

P.s_ Os pastores-predadores vão adorar meu texto...

Importante - Não falo dos irmãos e queridos que se entregam em verdade e amor ao próximo, não incluo aqui as comunidades feita de gente que gosta de gente e nada além!



Rogério Alexandrino

6 comentários:

  1. cara, concordo em parte com voce. Na verdade a religiao é podre e essa podridao esta tomando conta do "mainstream" evangelico, tanto que tambem nao gosto mais de ser chamado assim. Na verdade Igreja somos nós, povo, e não um salão onde um ritual é realizado.
    Mas por causa do pecado do homem, nao podemos abandonar aquilo que é bom. A Biblia diz, "quao bom é que os irmaos vivam em uniao". Isso é bem diferente das palhacadas que agente ve por ai tipo, "diga a quem esta do seu lado que vc o ama", ou "quem está feliz de um grito de jubilo" heheheh. Mas acredito que como vc e eu tem mais um monte de gente ai querendo realemtne servir a Cristo e é com essas pessoas que devemos ter comunhao.
    Outra coisa, eu conheci Jesus, atraves de uma reuniao da igreja. Eu nao estaria sendo egoista se agora nao quizesse apoiar alguma coisa semelhante?

    ResponderExcluir
  2. É por essas e outras que vou à igreja quase todos os dias!! Quase vou no domingo, quase vou na segunda, quase na terça...

    ResponderExcluir
  3. Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito Diz:

    20 Timóteo, guarde o que lhe foi confiado. Evite as conversas inúteis e profanas e as idéias contraditórias do que é falsamente chamado conhecimento; 21 professando-o, alguns desviaram-se da fé.
    A graça seja com vocês 1 Timoteo 5. 20,21
    23 Apeguemo-nos com firmeza à esperança que professamos, pois aquele que prometeu é fiel. 24 E
    consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. 25 Não deixemos de reunir-nos como
    igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem
    que se aproxima o Dia. Hebreus 10.23, 24

    ResponderExcluir
  4. A muito tempo creio que tenho pensado como você.
    Hoje sou membro de uma igreja e faço parte dela a quase 10 anos, aliás foram membros desta mesma igreja que me levaram de volta a Cristo, pois tinha me esquecido Dele por bastante tempo.
    Porém mesmo fazendo parte de uma denominação evangélica creio que a maior parte da minha educação cristã na verdade veio fora do templo. Irmãos que aprenderam a colocar Cristo não apenas em algumas horas da semana mas em tudo que faziam, que compartilhavam a palavra em cada conversa como tomando um café, que não julgavam mais as pessoas pelos famosos rótulos religiosos (católico, crente, espririta etc) mas que reconheciam como irmão todo aquele que reconhece Cristo como Salvador, que transmitem Cristo pela forma sincera de viver.
    Espero que vc não se escandalize, mas esqueci quantas vezes compartilhei a palavra com algum deles em um balcão de bar, quantas vezes sentado tomando um café, quantas vezes orando enquanto andavamos pela rua. Aprendi muito com esses irmãos. Aliás aprendi mais sobre ser cristão fora do templo do que no templo.
    Quando conto algumas dessas coisas para outros sempre me fuzilam com olhares e dizem que estou errado.
    Uma vez comentei que amo assistir o canal canção nova da igreja católica e logo me disseram para eu ter cuidado quanto a idolatria e bla bla bla.
    Mas como estava dizendo, tenho pensado como vc há um tempo.
    Porém algumas coisas também creio que o Senhor tem me levado a pensar: Acho que o grande problema da igreja instiucional é estar conformada, morna e morta enquanto o que Deus quer é uma igreja viva.
    Não sou contra a igreja como instituição pois até Cristo ia ao templo constantemente, os sacerdotes existem e apesar dos péssimos exemplos que tivemos na época de Cristo e antes, eles devem existir como liderança do templo e estarem realmente ligados a videira que é Cristo, e como esses sacerdotes poderiam viver se não mantivermos a casa com nossas ofertas.
    Acho que este passo de sair da igreja como instituição não vai levar ao sucesso da vida cristã, mas sim fazendo a diferença dentro dela, chamando os irmãos para se ligarem, para despertarem enquanto é tempo, para perceberem que não fomos chamados para almejarmos um cargo dentro da igreja, como "fazer parte do ministério de louvor", mas para sermos um só corpo, para sermos um organismo vivo e não morto.
    Temos percebido que o nosso adversário invade as familias, as igrejas "instituição", as casas, tudo para destruir.
    Devemos despertar a igreja para parar de ficar na retaguarda, preocupados em fazer grandes templos e grandes ministérios para juntos como um só corpo invadirmos os lugares antes devastados pelo inimigo e destruir através de Cristo as obras de satanás.
    Creio que precisamos de manutenção mas não de esvaziamento dos templos.
    Se Jesus é o médico você é um enfermeiro, e você já entendeu onde estão os doentes não é?!

    Gostaria de lhe conhecer melhor. Faça parte da minha rede no ning se puder.
    Que o Senhor continue a te conduzir mais para perto Dele sempre!!!

    ResponderExcluir
  5. A muito tempo creio que tenho pensado como você.
    Hoje sou membro de uma igreja e faço parte dela a quase 10 anos, aliás foram membros desta mesma igreja que me levaram de volta a Cristo, pois tinha me esquecido Dele por bastante tempo.
    Porém mesmo fazendo parte de uma denominação evangélica creio que a maior parte da minha educação cristã na verdade veio fora do templo. Irmãos que aprenderam a colocar Cristo não apenas em algumas horas da semana mas em tudo que faziam, que compartilhavam a palavra em cada conversa como tomando um café, que não julgavam mais as pessoas pelos famosos rótulos religiosos (católico, crente, espririta etc) mas que reconheciam como irmão todo aquele que reconhece Cristo como Salvador, que transmitem Cristo pela forma sincera de viver.
    Espero que vc não se escandalize, mas esqueci quantas vezes compartilhei a palavra com algum deles em um balcão de bar, quantas vezes sentado tomando um café, quantas vezes orando enquanto andavamos pela rua. Aprendi muito com esses irmãos. Aliás aprendi mais sobre ser cristão fora do templo do que no templo.
    Quando conto algumas dessas coisas para outros sempre me fuzilam com olhares e dizem que estou errado.
    Uma vez comentei que amo assistir o canal canção nova da igreja católica e logo me disseram para eu ter cuidado quanto a idolatria e bla bla bla.
    Mas como estava dizendo, tenho pensado como vc há um tempo.
    Porém algumas coisas também creio que o Senhor tem me levado a pensar: Acho que o grande problema da igreja instiucional é estar conformada, morna e morta enquanto o que Deus quer é uma igreja viva.
    Não sou contra a igreja como instituição pois até Cristo ia ao templo constantemente, os sacerdotes existem e apesar dos péssimos exemplos que tivemos na época de Cristo e antes, eles devem existir como liderança do templo e estarem realmente ligados a videira que é Cristo, e como esses sacerdotes poderiam viver se não mantivermos a casa com nossas ofertas.
    Acho que este passo de sair da igreja como instituição não vai levar ao sucesso da vida cristã, mas sim fazendo a diferença dentro dela, chamando os irmãos para se ligarem, para despertarem enquanto é tempo, para perceberem que não fomos chamados para almejarmos um cargo dentro da igreja, "fazer parte do ministério de louvor", mas para sermos um só corpo, para sermos um organismo vivo e não morto.
    Temos percebido que o nosso adversário invade as familias, as igrejas "instituição", as casas, tudo para destruir Devemos despertar a igreja para parar de ficar na retaguarda, preocupados em fazer grandes templos e grandes ministérios para juntos invadirmos os lugares antes devastados pelo inimigo e destruir através de Cristo as obras de satanás.
    Jesus é o médico e você é um enfermeiro, e você entende onde é o hospital não é?
    Gostaria de conhecê-lo melhor.
    Entre na minha rede no ning se puder.
    Que o Senhor continue a te conduzir para mais perto Dele!

    ResponderExcluir
  6. A muito tempo creio que tenho pensado como você.
    Hoje sou membro de uma igreja e faço parte dela a quase 10 anos, aliás foram membros desta mesma igreja que me levaram de volta a Cristo, pois tinha me esquecido Dele por bastante tempo.
    Porém mesmo fazendo parte de uma denominação evangélica creio que a maior parte da minha educação cristã na verdade veio fora do templo. Irmãos que aprenderam a colocar Cristo não apenas em algumas horas da semana mas em tudo que faziam, que compartilhavam a palavra em cada conversa como tomando um café, que não julgavam mais as pessoas pelos famosos rótulos religiosos (católico, crente, espririta etc) mas que reconheciam como irmão todo aquele que reconhece Cristo como Salvador, que transmitem Cristo pela forma sincera de viver.
    Espero que vc não se escandalize, mas esqueci quantas vezes compartilhei a palavra com algum deles em um balcão de bar, quantas vezes sentado tomando um café, quantas vezes orando enquanto andavamos pela rua. Aprendi muito com esses irmãos. Aliás aprendi mais sobre ser cristão fora do templo do que no templo.
    Quando conto algumas dessas coisas para outros sempre me fuzilam com olhares e dizem que estou errado.
    Uma vez comentei que amo assistir o canal canção nova da igreja católica e logo me disseram para eu ter cuidado quanto a idolatria e bla bla bla.
    Mas como estava dizendo, tenho pensado como vc há um tempo.
    Porém algumas coisas também creio que o Senhor tem me levado a pensar: Acho que o grande problema da igreja instiucional é estar conformada, morna e morta enquanto o que Deus quer é uma igreja viva.
    Não sou contra a igreja como instituição pois até Cristo ia ao templo constantemente, os sacerdotes existem e apesar dos péssimos exemplos que tivemos na época de Cristo e antes, eles devem existir como liderança do templo e estarem realmente ligados a videira que é Cristo, e como esses sacerdotes poderiam viver se não mantivermos a casa com nossas ofertas.
    Acho que este passo de sair da igreja como instituição não vai levar ao sucesso da vida cristã, mas sim fazendo a diferença dentro dela, chamando os irmãos para se ligarem, para despertarem enquanto é tempo, para perceberem que não fomos chamados para almejarmos um cargo dentro da igreja, "fazer parte do ministério de louvor", mas para sermos um só corpo, para sermos um organismo vivo e não morto.
    Temos percebido que o nosso adversário invade as familias, as igrejas "instituição", as casas, tudo para destruir Devemos despertar a igreja para parar de ficar na retaguarda, preocupados em fazer grandes templos e grandes ministérios para juntos invadirmos os lugares antes devastados pelo inimigo e destruir através de Cristo as obras de satanás.
    Jesus é o médico e você é um enfermeiro, e você entende onde é o hospital não é?
    Gostaria de conhecê-lo melhor.
    Entre na minha rede no ning se puder.
    Que o Senhor continue a te conduzir para mais perto Dele!

    ResponderExcluir